• ...
  • ...
  • ...
  • ...
  • ...
  • ...
OPERAÇÃO BRUMADO
Data Dias 16 e 17 de Março de 2019
Embarque Dia 15 de Março de 2019 às 21:00h
Período Curso de 2 dias e 2 noites
Classificação A partir dos 15 anos
Local Taiaçupeba - Mogi das Cruzes/SP
Valor R$ 320,00



Curso livre para troca de experiências e transmissão de conhecimentos pertinentes ao tema, levado a efeito por profissionais utilizando-se de protocolos próprios, sem correlação com qualquer organização pública ou privada.
Transmitir conhecimentos teóricos e práticos de sobrevivência e operações de resgate em ambiente de selva envolvendo aspectos terrestres e de meio líquido.

Conceitos a serem Abrangidos:

  • Organização e trabalho em equipe
  • Planejamento estratégico
  • Divisão e integração de tarefas (ações)
  • Base de Comando
  • Conhecimento e utilização de equipamentos pertinentes
  • Coordenação das operações
  • Missão: Inseridos em equipes, realizar resgates terrestres e aquáticos no ambiente de Floresta Atlântica

Equipamentos a serem utilizados:

  • Cabos e cordas
  • Macas (padiolas)
  • Mosquetões
  • Cadeira de alpinista improvisada com cabos e fitas
  • Luvas
  • Sinalizadores pirotécnicos e aquáticos
  • Coletes salva-vidas
  • Bússolas

Busca, localização e resgate de acidentados ou perdidos em matas e selva dentro das diversas causas, como extravio em atividades esportivas e “out door”, quedas de aeronaves, naufrágios fluviais e lacustres e demais sinistros.

“Uma operação de resgate é complexa. O ambiente hostil aumenta o grau de dificuldade e, sobretudo, o fator risco.”

O treinamento possui um conteúdo programático especialmente desenvolvido para permitir que, apesar das limitações do tempo, possua sua grade perfeitamente encaixada e aproveitável, oferecendo aos participantes o máximo de matérias e conteúdos necessários para o tema.

O conteúdo programático conta com:

  • Noções de APH
  • Mobilização, Imobilização e transporte de vítimas
  • Padrões de busca e localização de vítimas
  • Nós, amarras e ancoragens
  • Orientação e navegação terrestre
  • Transposição de obstaculos
  • Sinalização padrão SAR
  • Resgate em áreas inundadas

As atividades são em geral aplicadas de acordo com o cronograma a seguir, para maior praticidade e absorção do conteúdo. Dependendo da área do exercício podem ocorrer alterações.

SEXTA FEIRA

  • 21:00 – Partida da Est. Tiradentes do Metrô
  • 21:40 – Neutralizado no posto da rodovia Ayrton Senna
  • 23:00 – Trilha da vicinal principal até a base comandante Tibério
  • 00:00 – Chegada à base e ajustes administrativos
  • 00:10 – Boas Vindas e Preleção Inicial
  • 00:30 – Montagem de abrigo na quadra de areia – Posto de Comando (ou acantonamento)
  • 01:30 – Pernoite
SÁBADO
  • 07:00 – Alvorada e café
  • 07:30 – Cabos e nós táticos
  • 08:30 – Conhecimento e utilização de equipamentos de resgate (Mosquetão, Freio Oito, Cordas e Cabos, Fitas, Macas, Barcos, Coletes Salva-vidas e Triagem). Exercícios de utilização.
  • 10:30 – Primeiros socorros e transportes de acidentados
  • 12:00 – Rancho
  • 12:40 – Preparativos para a primeira missão: Resgate na pedra do sapo
  • 13:00 – Partida
  • 16:00 – Retorno e início da aula de orientação por bússola.
  • 17:20 – Deslocamento para a base de selva
  • 18:00 – Chegada, montagem do acampamento, fogueira, alimento e latrina
  • 20:00 – Preparativos para a segunda missão: Resgate no rio subterrâneo
  • 22:30 – Fechamento e análise das operações
  • 23:00 – Liberação para o repouso noturno
DOMINGO
  • 07:00 – Alvorada, café e higiene matinal
  • 08:00 – Desmontagem do acampamento – check de abandono
  • 09:00 – Pista de cordas: Falsa Baiana
  • 10:30 – Terceira missão: Resgate na cachoeira - travessia em maca aérea
  • 13:00 – Considerações finais e encerramento
  • 14:00 – Liberação do efetivo

Tentamos aqui explanar ao máximo os itens recomendados a serem levados em incursões em ambientes de selva/florestas.
É claro que os itens aqui sugeridos são somente para balizar o que levar na mochila que, além deles, também deverá acomodar os itens de uso pessoal que cada participante estiver acostumado a utilizar, bem como remédios de uso pessoal etc...
Por isso ele é mais um guia de sugestões onde tentamos passar, por conhecimento adquirido, dicas daquilo que acaba sendo útil e necessário no ambiente de selva/floresta.

VESTINDO:

  • Camiseta, de preferência para as de algodão ou de alto poder de absorção do suor
  • Calça Jeans ou similar (pode ser camuflado)
  • Par de Tênis ou Bota para Trekking ou ainda Coturno Militar
  • Boné com aba ou chapéu de selva
  • Jaqueta de manga comprida e resistente (pode ser gandola)
  • Blusa de frio (opcional)
  • Luvas (opcional)
NA MOCHILA:
  • 02 Camisetas
  • 01 Conjunto de moletom para o repouso noturno
  • 02 Pares de meias e roupas íntimas
  • 01 Toalha de Banho ou rosto
  • 01 Material de higiene pessoal
  • 01 Isqueiro ou fósforo
  • 04 Velas
  • 10 metros de cordão 1,5mm ou aqueles nylons de varal (muito útil)
  • Plástico preto 3x4 metros (muito útil)
  • 01 Lanterna (as de cabeça são mais versáteis)
  • Pilhas reserva para a lanterna
  • 01 Faca utilitária de tamanho médio COM BAINHA (muito útil)
  • 01 Rede para dormir (nylon trançado) e plástico preto de 4x3 metros para cobertura (opcional)
  • 01 Cantil ou garrafa de água de 500 ml
  • 01 Cobertor de casal ou saco de dormir
  • 01 Capa de Chuva. Como opção pode-se utilizar saco de lixo de 100 litros
  • 01 Caneca de plástico ou metal
  • 01 Garfo ou Colher
  • 01 Repelente para insetos
  • 02 Shorts, biquinis, maiôs ou bermudas
  • 01 chinelo de dedo
  • Ração Fria: Sanduíches, salame, leite condensado em sachê, frutas, barras de cereais ou de chocolate...etc...

Certifique-se que todo o conteúdo da mochila esteja embalado EM AO MENOS 02 SACOS PLÁSTICOS (saco de lixo grande), isso lhe garantirá que o conteúdo dela permanecerá seco independentemente do tempo.

NÃO É PERMITIDO O USO DE BARRACAS por parte dos alunos. No treinamento será fornecido material para montagem do acampamento coletivo para aqueles que não possuirem redes.

É MUITO IMPORTANTE que os braços e mãos estejam COMPLETAMENTE LIVRES durante os deslocamentos, então sugerimos uma atenção especial na escolha da mochila.

Dê preferência às mochilas com duas alças nos ombros, que sejam confortáveis (as que oferecem barrigueiras são melhores) e que deixem suas mãos e braços livres.

NÓS NÃO FORNECEMOS NENHUMA ALIMENTAÇÃO. Cada participante deverá levar consigo o que considera necessário (inclusive quantidade) para sua alimentação durante os dias de treinamento.

CUIDADO COM O PESO DE SEU EQUIPAMENTO/MOCHILA. Cada um será responsável pela guarda e transporte de seu equipamento e todos os deslocamentos serão realizados com os participantes transportando seus pertences então, aconselhamos que seja cautelosamente analisado o peso total a ser levado, visando assim que os deslocamentos causem a menor fadiga possível e permitindo que sejam realizados com total segurança.

Seguem abaixo algumas dicas para auxiliar na definição da melhor mochila a ser utilizada, lembrando que são somente dicas e não regras, visto que cada pessoa tende a levar mais ou menos itens do que as outras então, sugerimos que utilize essas dicas como uma linha e adapte-a à sua realidade/necessidade.

  • Para Atividades de até um dia: Mochilas de até 29 litros
  • Para Atividades de até três dias: Mochilas de até 49 litros
  • Para expedições/viagens longas: Mochilas de 50 a 90 litros
Porém, além de definir o tamanho da mochila é muito importante estar atento ao peso dela, para isso existem alguns estudos que consideram o preparo físico/resistência de cada um então, considere a tabela abaixo se o seu preparo físico/resistência é:
  • EXCELENTE: Até 40% do peso de seu corpo
  • BOM: Até 33% do peso de seu corpo
  • REGULAR: Até 25% do peso de seu corpo
  • SEDENTÁRIO: Até 20% do peso de seu corpo

Navigation

Social Media